Peter Sagan abandona a Vuelta e Boeckmans em como induzido

O dia de ontem na Vuleta foi um daqueles dias para não mais esquecer, mas não pelas boas razões.

Peter Sagan abandona a Vuelta
Resultado de imagem para Sagan Vuelta
Estado de Sagan após o episódio com a moto (na imagem)
A situação mais uma vez mete uma mota e um ciclista, neste caso Peter Sagan. O eslovaco preparava-se para lutar pela etapa, quando a 8 quilómetros da meta, é abalroado por uma mota, que não respeitou a distância nem as regras impostas pela organização da prova, que provocou um ataque de fúria no corredor da Tinkoff-Saxo.
A organização já se desculpou pelo sucedido, porém a equipa russa já mostrou estar disposta a levar esta situação para a justiça.
Já hoje a equipa anunciou que o eslovaco abandonou a prova, justificando a decisão com os vários cortes e as queimaduras com que o corredor ficou depois deste episódio.

Aqui fica a fúria de Peter Sagan depois do sucedido:



Kris Boeckmans em coma induzido
A queda que marcou o dia de ontem, fez com que Dan Martin, Van Garderen e Bouhanni abandonassem. Mas é a situação de Kris Boeckmans que está a preocupar todo pelotão.
O belga esteve envolvido na queda e poderá ter sido mesmo o causador, pelas informações que se sabe, enquanto estava a beber passou por um buraco que provocou o caos. O ciclista da Lotto ficou muito mal tratado e a situação é muito preocupante.
Boeckmans, tem traumatismos e fracturas faciais, um pulmão perfurado e costelas partidas. Os colegas de equipa estão em estado de choque. 
Desejamos as melhores a Boeckmans.


Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário