Tour 2015 - Antevisão 8ª Etapa

A oitava etapa será marcada pelo final no Mur de Bretagne, uma subida curta mas que fará uma selecção. Final ideal para os especialistas das clássicas das Ardenas.
Perfil 8ª etapa
Cidade de partida: Rennes

Porte Modelaise - No centro de Rennes
Rennes é a maior cidade da Bretanha, sendo também a sua capital. É considerada uma cidade estudantil, em 2012 contava com mais de 63000 estudantes universitários. Também em 2012 foi considerada pela revista L'Express a melhor cidade francesa para viver.
A cidade integra a rede francesa de Cidades e Terras de Arte e História e conta com oitenta e cinco edifícios (ou parte deles como as fachadas) classificados como monumentos históricos. Tem também um vasto património religioso, entre os quais, a Catedral Saint-Pierre de Rennes, uma das nove catedrais históricas da Bretanha.   

Cidade de chegada: Mûr de Bretagne

Placa a indicar o Mur de Bretagne
O Mur de Bretagne é uma pequena vila Bretã de pouco mais de 2000 mil habitantes. A vila está ligada ao ciclismo através da sua subida, que apesar de curta é denominada por Alpe d'Huez da Bretanha. São cerca de 2 quilómetros com uma pendente média de 6,9%.
Em 2011 foi palco do final de etapa. Cadel Evans, que viria a vencer a prova, venceu a etapa à frente de Alberto Contador.
Últimos 5km
A etapa percorrerá a bela paisagem da Bretanha. As dificuldades não são muitas, apenas duas contagens de montanha. A primeira é de quarta categoria aos 99,5 quilómetros, a segunda coincide com o final, é de terceira categoria, no Mur de Bretagne.
Perfil do último quilómetro

Os favoritos:

A Peter Sagan tem faltado sempre alguma coisa para vencer uma etapa. Será no Mur de Bretagne que vai conseguir acabar com a 'maldição'?
Alejandro Valverde desiludiu no Mur de Huy, já fez questão de afirmar que neste final pretende lutar pela vitória.
Joaquim Rodriguez venceu no Mur de Huy e com este final poderá conseguir a segunda vitória desta edição.
Chris Froome mostrou-se muito forte no Mur de Huy, foi segundo batido por Joaquim Rodriguez que é um especialista neste tipo de chegada. 
Dan Martin, tem aqui uma chegada ao seu estilo, tem-se mostrado pouco. Aliás a Cannondale-Garmin tem estado bastado apagada.
Tony Gallopin está em boa forma, mostrou-o no Mur de Huy, é um dos homens a seguir com atenção neste final de etapa.

***** Alejandro Valverde
**** Joaquim Rodriguez, Peter Sagan
*** Chris Froome, Tony Gallopin, Dan Martin
** Rui Costa, Alexis Vuillermoz, Vincenzo Nibali
* fuga

A nossa aposta: Alejandro Valverde
Surpresa: Alexis Vuillermoz

Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário