Tony Martin critica a licença World Tour dada à Astana

Tony Martin (na imagem)
E continuam as reacções àlicença World Tour da Astana, desta vez foi o Alemão, Tony Martin:
"É como um estalo na cara, quando uma equipa é vastamente acusada de doping, recebe uma licença World Tour. Todos podem especular quais foram as razões, mas o veredicto não é justo".

Ainda acrescentou que cada vitória da Astana será posta em causa e que agora a equipa estará com todos os olhos postos nela e será controlada três ou quatro vezes mais.


Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário