Artur Fedosseyev, outro caso positivo na Astana Continental

Artur Fedosseyev no Tour de l'Ain (na imagem)

E vão cinco! Artur Fedosseyev foi suspenso pela União Internacional de Ciclismo (UCI) por um resultado analítico adverso para esteróides anabólicos androgênicos numa amostra recolhida no dia 16 de agosto, durante o Tour de l'Ain.

Confirmado mais este caso positivode Fedosseyev, é o quinto da equipa Astana em 2014: Maxim e Valentin Iglinskiy, irmãos que correram na Astana WorldTour testaram positivo para EPO, e Ilya Davidenok e Victor Okishev, da subsidiária Continental foi que lhes foi detectada a mesma substância que foi encontrada  também em Fedosseyev.
A equipa Cazaque argumentou que o positivo de Iglinskiy foi um caso "isolado" e prometeu "investigar os acontecimentos posteriores" e está a realizar "uma auditoria da sua própria política de drogas" E sublinharam o seu "compromisso inabalável para limpar o desporto".
O próprio Nibali disse que "seria um absurdo culpar a equipa" e que remover a licença de Astana seria um erro.

Também pode interessar:

jdragon cycling team

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário