Prémio de atleta masculino do ano

Rui Costa e o troféu de Il Lombardia 

O ciclista Rui Costa encabeça a lista de nomeados para o prémio de atleta masculino do ano da Confederação do Desporto de Portugal, divulgada esta quinta, que inclui também Paulo Gonçalves, Pedro Fraga, João Sousa e Marcos Freitas.
Vencedor nas duas últimas edições, Rui Costa, que terminou o ano no quarto lugar do «ranking» mundial do ciclismo, tentará este ano conquistar novamente o título de atleta do ano masculino, atribuído a 12 de novembro na Gala do Desporto. 

O ciclista da Lampre-Merida vai enfrentar a competição do piloto Paulo Gonçalves, vice-campeão do mundo de ralis cross-country, do remador Pedro Fraga, campeão da Europa de skiff ligeiro, do tenista João Sousa, o português melhor classificado de sempre no «ranking» mundial e o primeiro luso a ser cabeça de série num torneio do Grand Slam, e o mesatenista Marcos Freitas, campeão europeu por Portugal e vencedor da Taça da Europa.

Ivo Oliveira campeão mundial

Na votação para «Jovem promessa» estão a basquetebolista Maria Kostourkova, que, aos 16 anos, conquistou o título nacional sénior, o ciclista Ivo Oliveira, campeão mundial de perseguição individual júnior, o futebolista Marcos Lopes, vice-campeão europeu de sub-19, o surfista Miguel Adão, terceiro classificado do "ranking" mundial da categoria ProJunior, e o mesatenista Diogo Chen, campeão europeu.
«A escolha dos melhores atletas tem sido um momento alto na época desportiva em Portugal», considerou o presidente da CDP, Carlos Paula Cardoso, na divulgação dos nomeados, que decorreu no Museu do Desporto, em Lisboa.
Os cinco finalistas de cada categoria vão estar submetidos à votação online do público (com um peso de 60%) e à votação dos presentes na Gala do Desporto, cuja 19.ª edição decorre no Casino Estoril no dia 12 de Novembro.

Também pode interessar:

jdragon cycling team

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário