Campeonato do mundo prova de fundo - Elites femininas - Antevisão


Ao penúltimo dia, os mundiais oferecem uma das provas mais importantes de todo o programa, a prova de fundo das mulheres. O ciclismo feminino deu um salto em termos mediáticos nos últimos anos e o interesse que rodeia as provas é cada vez maior, com o pináculo a ser a prova de fundo dos mundiais.

História




Percurso

Bradford – Harrogate,  150 Km



São 150 Kmnum terreno rompe pernas, cheio de sobe e desce, ideal para que a seleção seja feita conforme os Km passam.
Os primeiros 80 Km são marcados por 2 subidas realmente desafiadoras, que não decidirão a corrida, mas podem eliminar candidatas, são elas:
Km 15 - 1.7 a 9.2% (Jack Hill)
Km 46.5 - 2.9 a 8.5% (Cray Hill)

O circuito final de 14 Km não é extremamente dificil, mas também não tem muitas zonas planas. Serão 3 voltas.

Startlist

Aqui

Condições meteorológicas

Mais um dia de chuva em Yorkshire, no entanto, durante a tarde deverá haver períodos secos.
Vento forte de oeste. É um factor a ter em conta.
Temperatura a rondar os 16.

Favoritos

Holanda contra...Holanda
A equipa holandesa apresenta um autêntico dream team, praticamente toda a equipa pode ganhar o mundial. Contam com a grande favorita, Marianne Vos, que em 2019 regressou ao nivel extraterrestre e confirmou que estamos perante a melhor ciclista de todos os tempos. O percurso é perfeito para ela.
Já Annemiek Van Vleuten e Anna Van der Breggen ao contrário de 2018, não têm um percurso ideal para as suas características, precisam de mais montanha, mas não podem ser descartadas.Lucinda Brand está em grande forma e é mais uma que pode estar na luta, é uma corredora extremamente versátil, capaz de ganhar em qualquer terreno.
Das outras seleções, a Itália parece a maior ameaça, com Marta Bastanielli como cabeça de cartaz, que tem aqui um percurso à sua medida. Os Estados Unidos também tem as suas cartas, com Rivera e
Chloé Dygert Owen. Alemanha, Grã-Bretanha, Polónia e Austrália, são outras seleções com ambições.

⭐⭐⭐⭐⭐ Marianne Vos
⭐⭐⭐⭐ Lucinda Brand, Anna Van der Breggen, Annemiek Van Vleuten
⭐⭐⭐ Coryn Rivera, Marta Bastanielli, Amanda Spratt
⭐⭐ Kasia Niewiadoma, Lizzie Deignan, Soraya Paladin, Chloé Dygert Owen
⭐Lisa Brennauer, Lisa Klein, Cecille Uttrup Ludwig, Ashleigh Moolman-Pasio, Amy Pieters, Demi Vollering, Sofie De Vuyst, Elisa Longo Borghini, Christine Majerus,

A nossa aposta: Marianne Vos
Indiscutivelmente a grande favorita, por tudo o que mostrou este ano e pelo percurso.

Joker: Lucinda Brand
A holandesa em melhor forma neste final de temporada. Ciclista versátil e bastante fiável.

Seguir em directo: @Yorkshire2019, #Yorkshire2019


Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário