Tour Colombia (2.1) - Antevisão



A Colômbia é atualmente uma das grandes nações do ciclismo internacional. O país cafetero tem sido um viveiro de ciclistas.  
Mas havia uma coisa que estava a faltar no ciclismo colombiano, uma grande prova internacional. A Volta à Colômbia é a corrida mais importante e tradicional do país, mas é pouco categorizada a nível internacional e mais orientada para as equipas da casa.
No ano passado surgiu a Colômbia Oro y Paz, que pretendia ser a principal prova de ciclismo do país, com o objetivo de trazer alguns dos melhores ciclistas do World Tour,objetivo cumprido com sucesso. Este ano a prova muda de nome para Tour Colômbia, volta a ter um cartaz de luxo e promete espetáculo.

História

2018 Egan Bernal (COL) Team Sky

Edição 2018 (Top-10)
1    Egan Bernal (Col) Team Sky    4:22:21    
2    Sebastian Henao (Col) Team Sky         
3    Daniel Martinez (Col) EF Education First-Drapac p/b Cannondale    0:00:08    
4    Rodrigo Contreras Pinzon (Col) EPM    0:00:18    
5    Ivan Sosa (Col) Androni Giocattoli-Sidermec         
6    Hugh Carthy (GBr) EF Education First-Drapac p/b Cannondale    0:00:27    
7    Jonathan Caicedo (Ecu) Medellin    0:00:39    
8    Jhonatan Narvaez (Ecu) Quick-Step Floors         
9    Javier Ignacio Montoya Montoya (Col) Trevigiani Phonix-Hemus 1896    0:00:54    
10    Diego Antonio Ochoa Camargo (Col) EPM 
  
Percurso

12/2 Etapa 1 (CRE) - Medellín › Medellín (14 Km)
13/2 Etapa 2 - La Ceja › La Ceja (150,5 Km)
14/2 Etapa 3 - Llanogrande › Llanogrande (167,6 Km)
15/2 Etapa 4 - Medellín › Medellín (144 Km)
16/2 Etapa 5 - La Union › La Union (176,8 Km)
17/2 Etapa 6 - El Retiro › Alto de Palmas (173,8 Km)
Total:  826,7 Km

A grande novidade deste ano é a inclusão do contrarrelógio coletivo que abre a prova. As três etapas seguintes (2ª, 3ª e 4ª) são as mais adequadas aos velocistas, mas não quer dizer que sejam totalmente planas.
A 5ª etapa já dá um cheirinho de quem estará na luta pela geral, com o topo da última subida (Alto La Union, 7.5 Km @ 5.3%) a estar colocado a 5 quilómetros da meta.
A 6ª etapa é a rainha que decidirá a geral individual, com um final no Alto de Palmas, uma subida longa, são 15.5 quilómetros de extensão a 6,6%.

Perfis
12/2 Etapa 1 (CRE) - Medellín › Medellín (14 Km)

13/2 Etapa 2 - La Ceja › La Ceja (150,5 Km)

Srints intermédios:
- Rionegro (2079 m, Km 26.9),
- Rionegro (2079 m, Km 55.5),
- Rionegro (2079 m, Km 84.1).

Subidas categorizadas:
- Altico (4ª cat., 2171 m, 0.8 Km @ 3.3%, Km 11.6),
- Altico (4ª cat., 2171 m, 0.8 Km @ 3.3%, Km 40.2),
- Altico (4ª cat., 2171 m, 0.8 Km @ 3.3%, Km 68.8),
- Altico (4ª cat., 2171 m, 0.8 Km @ 3.3%, Km 97.4),
- Altico (4ª cat., 2171 m, 0.8 Km @ 3.3%, Km 126.0).

14/2 Etapa 3 - Llanogrande › Llanogrande (167,6 Km)

Sprints intermédios:
- volta 1 (2117 m, Km 42.0),
- volta 2 (2117 m, Km 83.9),
- volta 3 (2117 m, Km 125.9).

Subidas categorizadas:
- Alto El Nano (3ª Cat., 2350 m, 3.9 Km @ 5.5%, Km 25.3),
- Alto El Nano (3ª Cat., 2350 m, 3.9 Km @ 5.5%, Km 67.3),
- Alto El Nano (3ª Cat., 2350 m, 3.9 Km @ 5.5%, Km 109.2),
- Alto El Nano (3ª Cat., 2350 m, 3.9 Km @ 5.5%, Km 151.2).

15/2 Etapa 4 - Medellín › Medellín (144 Km)

Sprints intermédios:
- volta 1 (1488 m, Km 23.8),
- volta 3 (1488 m, Km 71.4),
- volta 5 (1489 m, Km 119.0).

Subidas categorizadas:
- Carrera 73 (4ª Cat., 1595 m, 1.3 Km @ 6.5%, Km 34.6),
- Carrera 73 (4ª Cat., 1595 m, 1.3 Km @ 6.4%, Km 82.2).

16/2 Etapa 5 - La Union › La Union (176,8 Km)

Sprints intermédios:
La Ceja (2134 m, Km 49.6),
La Ceja (2134 m, Km 88.2),
La Ceja (2134 m, Km 126.7).

Subidas categorizadas:
- Alto El Nano (3ª Cat., 2328 m, 2.9 Km @ 5.4%, Km 19.7),
- Alto El Nano (3ª Cat., 2328 m, 2.9 Km @ 5.4%, Km 58.2),
- Alto El Nano (3ª Cat., 2329 m, 2.9 Km @ 5.5%, Km 96.8),
- Alto El Nano (3ª Cat., 2329 m, 2.9 Km @ 5.5%, Km 135.3),
- Alto La Union (2ª Cat., 2534 m, 7.5 Km @ 5.3%, Km 174.6).



17/2 Etapa 6 - El Retiro › Alto de Palmas (173,8 Km)

Sprints intermédios:
- Autopista Pr21 (2132 m, Km 43.3),
- Vda Mentequeba (1389 m, Km 95.1),
- Regional - Pilsen (1546 m, Km 126.3).

Subidas categorizadas:
- Alto de la Virgen (4ª Cat., 2285 m, 1.3 Km @ 5.9%, Km 49.5),
- Calle Sur - Parque (4ª Cat., 1570 m, 0.8 Km @ 4.0%, Km 153.2),
- Alto Las Palmas (1ª Cat., 2515 m, 15.5 Km @ 6.6%, Meta).


Startlist

Aqui

Favoritos

Sprinters
⭐⭐⭐ Fernando Gaviria
⭐⭐ Álvaro Hodeg
⭐ Luca Pacioni, Andrea Guardini, Juan Molano, Matteo Pelucchi, Edwin Ávila

Geral
⭐⭐⭐⭐⭐ Egan Bernal
⭐⭐⭐⭐ Miguel Angel Lopez, Daniel Martinez, Nairo Quintana
⭐⭐⭐ Julian Alaphilippe, Rigoberto Uran, Óscar Sevilla
⭐⭐ Chris Froome, Richard Carapaz, Winner Anacona
⭐ Sergio Henao, Ivan Sosa, Dayer Quintana

A nossa aposta: Egan Bernal
Não parece estar na forma da edição do ano passado, a preparação para este ano é diferente. No entanto tem uma das equipas mais fortes em prova e com um contrarrelógio coletivo que lhes beneficia, Bernal poderá sair com vantagem desde o primeiro dia.
A equipa ainda conta com Froome no alinhamento, mas acreditamos que será Bernal a aposta.

Outsider: Daniel Martinez
Começou a temporada a ganhar o campeonato colombiano de contrarreógio. Está em boa forma e Uran teve problemas físicos neste inicio de ano, por essas duas razões Martinez pode ser a principal aposta da equipa americana.
Em 2018 foi 5º da geral, este ano procura melhorar esse resultado.


Seguir em directo: @TourColombiaUCI; #TourColombia2019

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário