EF, Astana e UAE Apresentam equipas para o Tour


Mais três equipas apresentaram os oito ciclistas que estarão na Volta à França.

A EF apresenta uma equipa completamente voltada para o seu líder, Rigoberto Uran.
- Simon Clarke
- Lawson Craddock
- Daniel Martínez
- Taylor Phinney
- Pierre Rolland
- Tom Scully
- Rigoberto Uran
- Sep Vanmarcke
Para a montanha, Uran contará com o apoio do jovem compatriota Daniel Martinez, Pierre Rolland, SImon Clarke e Lawson Craddock.
Para o plano e pavé, Taylor Phinney, Sep Vanmarcke e Tom Scully terão como missão protegê-lo, com o belga a ser um dos favoritos a ganhar a etapa de pavé. 
A equipa americana tem como grande calcanhar de aquiles o contrarrelógio coletivo.

A Astana também apresentou a equipa para o Tour. Jakob Fuglsang será o líder.

- Jakob Fuglsang
- Jesper Hansen
- Michael Valgren
- Magnus Cort
- Omar Fraile
- Tanel Kangert
- Luis Leon Sanchez
- Dmitriy Gruzdev

A equipa está toda construída à volta de Fuglsang. Hansen, Léon Sanchez, Kangert e Fraile são os homens para a montanha.Valgren, Cort e Gruzdev para o terreno plano.
Tal como a EF, a equipa cazaque é muito frágil no contrarrelógio coletivo.

A UAE- Team Emirates, com Daniel Martin e Alexander Kristoff a serem os líderes.

- Daniel Martin
- Darwin Atapuma
- Kristijan Durasek
- Roberto Ferrari
- Oliviero Troia
- Marco Marcato
- Alexander Kristoff
- Rory Sutherland

A equipa árabe apresenta um conjunto dividido entre o núcleo que apoia Alexander Kristoff e o de Daniel Martin, com o apoio ao norueguês a ser em maior número.
Atapuma e Durasek são os únicos que podem ajudar na montanha, acreditamos no entanto, que os dois estarão em fugas. Daniel Martin terá desta forma um apoio reduzido.
O comboio de Kristoff contempla: Ferrari, Marcato e Sutherland, que também ajudarão Daniel Martin no pavé. Oliviero Troia é a grande surpresa, é uma incógnita.
Destaque para a ausência de Rui Costa, que ainda recupera de uma lesão.


Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário