Richie Porte fora do Tirreno-Adriático

Richie Porte (Foto: Polartec-Kometa)
Richie Porte não fará parte da formação da BMC para o Tirreno-Adriático devido a uma infecção respiratória.

"Richie Porte desenvolveu uma infecção respiratória após a Volta ao Algarve, o que o obrigou a praticamente não treinar. O Richie e a equipa médica da BMC Racing Team concordaram que era do seu interesse perder o Tirreno-Adriático e ajustar seu o programa de preparação, para se recuperar adequadamente", afirmou o médico-chefe da equipa, Max Testa, num comunicado de imprensa.

A equipa será agora liderada por Greg Van Avermaet (que venceu a prova em 2016) e Damiano Caruso.

"Vamos para o Tirreno-Adriático com várias ambições, e tudo começa com a defesa da nossa vitória no contra-relógio por equipas de 2016 e 2017. Existem algumas etapas que devem se adequar a Greg Van Avermaet, que sabemos estar em boa forma e sempre motivado", disse Max Sciandri.

"Olhando para a Classificação Geral, Damiano Caruso assumirá um papel de liderança, e estamos confiantes de que ele pode mostrar a forma que nós conhecemos. Também iremos ver o que Rohan Dennis pode fazer, mas tenho a certeza que estará motivado para o contra-relógio final", acrescentou Sciandri.

Equipa da BMC para o Tirreno-Adriático: Alberto Bettiol, Patrick Bevin, Damiano Caruso, Rohan Dennis, Stefan Küng, Michael Schär, Greg Van Avermaet.

Fonte: http://www.cyclingnews.com

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário