Grand Prix de Denain - Porte du Hainaut (1.HC) - Antevisão

Depois do primeiro monumento da temporada, as atenções voltam-se para França e para o seu calendário muito rico em corridos . O GP Denain comemora este ano a sua 59ª edição. Como revela o nome, a prova disputa-se na zona de Denain, bem perto da Bélgica e é marcada pelos tradicionais setores de pavé.
O recordista de vitórias da prova é Jimmy Casper, com quatro vitórias no total.

História

últimos 10 vencedores
2008 Edvald Boasson Hagen (NOR)     Team High Road
2009 Jimmy Casper (FRA)     Besson Chaussures–Sojasun
2010 Denis Flahaut (FRA)     ISD Continental Team
2011 Jimmy Casper (FRA)     Saur–Sojasun
2012 Juan José Haedo (ARG)     Team Saxo Bank
2013 Arnaud Démare (FRA)     FDJ
2014 Nacer Bouhanni (FRA)     FDJ.fr
2015 Nacer Bouhanni (FRA)     Cofidis
2016 Daniel McLay (GBR)     Fortuneo–Vital Concept
2017 Arnaud Démare (FRA)     FDJ

Edição 2017 (Top-10)
1    Arnaud Demare (Fra) FDJ    4:30:01   
2    Nacer Bouhanni (Fra) Cofidis, Solutions Credits        
3    Juan Sebastian Molano (Col) Manzana Postobon        
4    Boris Vallee (Bel) Fortuneo - Vital Concept        
5    Roy Jans (Bel) WB Veranclassic Aqua Protect        
6    Jérémy Lecroq (Fra) Roubaix - Lille Metropole        
7    Coen Vermeltfoort (Ned) Roompot - Nederlandse Loterij        
8    Fabien Touze (Fra) HP BTP - Auber 93        
9    Bert Van Lerberghe (Bel) Sport Vlaanderen - Baloise        
10    Benjamin Giraud (Fra) Delko Marseille Provence KTM

Percurso

Denain > Denain, 200,5 Km

Os 200,5 quilómetros são praticamente planos, a dificuldade está nos setores de pavé. Ao todos são 12 troços de empedrado, com alguns a serem de grau de dificuldade considerável.
Destaque para os setores: 2, 6 e 10, classificados com 4 estrelas. O 10 situa-se a menos de 20 quilómetros da meta. 
O último setor, está classificado com 3 estrelas e situa-se a menos de 9 quilómetros da linha de meta em Denain.

Setores de pavé:  
1. Eswars à Paillencourt (++, 1600 m, Km 48.2), 
2. Avesnes-le-Sec (++++, 2900 m, Km 97.0), 
3. Bouchain à Mastaing (+, 600 m, Km 103.7), 
4. Marquette à Abscon (+++, 1600 m, Km 107.8), 
5. Hélesmes à Wallers (+, 1600 m, Km 121.5),
6. Wallers à Haveluy (++++, 2400 m, Km 126.0),
7. Avesnes-le-Sec (+, 2900 m, Km 149.5), 
8. Bouchain à Mastaing (+, 600 m, Km 156.3), 
9. Marquette à Abscon (+, 1600 m, Km 160.4), 
10. Avesnes-le-Sec (++++, 2900 m, Km 182.4), 
11. Bouchain à Mastaing (+, 600 m, Km 189.2), 
12. Marquette à Abscon (+++, 1600 m, Km 193.4).

Startlist

Aqui

Condições meteorológicas


A previsão não é nada simpática. Muito frio, com as temperaturas a rondarem os 0ºC, possibilidade, embora pequena, de nevar.
O vento soprará forte de Nordeste (+/- 24 Km/h).

Favoritos

***** Sean De Bie
**** Adrien Petit, Hugo Hofstetter, Wout Van Aert
*** Sylvain Chavanel, Frederik Backaert, Rudy Barbier, Coen Vermeltfoort; Kenny Dehaes, Marc Sarreau
** Guillaume Boivin, Dimitri Claeys Yoann Offredo
* Floris Gerts, Damien Gaudin, Adam Blythe, Ramon Sinkeldam, Jonas Van Genetchen, Alex Kirsch

A nossa aposta: Sean De Bie
Está em boa forma e é um ciclista versátil. Deverá tentar reduzir o grupo ao máximo, para ter mais hipóteses, apesar da sua ponta final não ser fraca.
Verandas Willems tem uma dupla muito forte, De Bie e Van Aert podem partir toda a corrida.

Outsider: Wout Van Aert
O campeão do mundo de ciclocross cada vez que corre na estrada, dá demonstrações de não ter limites no que pode alcançar no futuro. 
Depois do grande espectáculo dna Strade Bianche, na Nokere Koerse voltou a mostrar a sua força, apesar do resultado não ter sido o melhor. Tem de correr mais com a cabeça, trabalha-se com o tempo.

Seguir em direto:  @GrandPrixDenain ‏, 


Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário