Binche - Chimay - Binche / Memorial Frank Vandenbroucke (1.1) - Antevisão


Mais uma clássica belga, na longa lista de provas no país onde se vive apaixonadamente o ciclismo durante o ano inteiro. Esta prova nasceu em 1911, no entanto ao longo dos anos, houve muitas paragens, por essa razão, apenas se disputará a 29ª edição.
Desde 2010 que esta clássica também serve para homenagear um dos ícones do ciclismo belga dos finais dos anos 90, Franck Vandenbroucke, vencedor desta clássica em 1996 e que faleceu em 2009. 

História
últimos 10 vencedores
1993 Patrick Van Roosbroeck (BEL) La William-Duvel
1994 Wilfried Nelissen (BEL) Novemail-Histor
1995 Jelle Nijdam (NED) TVM–Polis Direct
1996 Frank Vandenbroucke (BEL) Mapei–GB
1997 a 2009 Não se realizou
2010 Elia Viviani (ITA) Liquigas–Doimo
2011 Rüdiger Selig (GER) Leopard Trek
2012 Adam Blythe (GBR) BMC Racing Team
2013 Reinardt Janse van Rensburg (RSA) Argos–Shimano
2014 Zdeněk Štybar (CZE) Omega Pharma–Quick-Step
2015 Ramon Sinkeldam (NED) Team Giant–Alpecin

Edição 2015 (Top-10)
1 Ramon Sinkeldam (Ned) Team Giant - Alpecin 4:24:24
2 Pim Ligthart (Ned) Lotto Soudal 0:00:02
3 Tom Van Asbroeck (Bel) Team LottoNL-Jumbo 0:00:04
4 Jonas Vangenechten (Bel) IAM Cycling
5 Stig Broeckx (Bel) Lotto Soudal
6 Gaëtan Bille (Bel) Verandas Willems Cycling Team
7 Jérôme Baugnies (Bel) Wanty - Groupe Gobert
8 Ludwig De Winter (Bel) Wallonie - Bruxelles
9 Olivier Pardini (Bel) Verandas Willems Cycling Team
10 Roy Curvers (Ned) Team Giant - Alpecin

Percurso
Binche - Binche, 194.5 Km

Este percruso é o mesmo desde 2014. Os corredores saiem de Binche em direcção a Chimay, onde dão a volta e regressam a Binche, onde terão de realizar 4 voltas a um circuito de 16,2 Kms.
Os primeiros 4 Kms do circuito são em ligeira subida, seguido de uma descida, no entanto, nos últimos 2 Kms os corredores terão 2 sectores de pavé, com o último a ser em subida e coincide com a meta.




Startlist
Aqui

Condições atmosféricas

Não espera chuva, as temperaturas rondarão os 14 a 16ºC e o vento soprará de Este com rajadas que podem atingir os 17 Km/h.



Favoritos

***** Tom Boonen
**** Greg Van Avermaet, Fernando Gaviria, Zdenek Stybar, Oliver Naesen
*** Jens Debusschere, Moreno Hofland, Baptiste Planckaert, Bryan Coquard, Sep Vanmarcke
** Timothy Dupont, Arnaud Demare, Jempy Drucker, Jurgen Roelandts, Tiesj Benoot
* Huub Duyn, Enrico Gasparotto, Marco Marcato, Heinrich Haussler, Amaury Capiot Florian Senechal, Tosh van der Sande, Jelle Wallays, Yoann Offredo, Michael van Staeyen, Maurits Lammertink, Thomas Sprengers, Pieter Vanspeybrouck, Jerome Baugnies, Jonas Van Genechten, Tom Van Asbroeck,

A nossa aposta: Tom Boonen
Esta é uma das clássicas mais dificeis de prever. A quantidade de homens que podem vencer é muito vasta. Desde sprinters a puncheurs, passando por típicos classicómanos do pavé, a lista é enorme.
Boonen está em boa forma, tendo em vista os mundiais, esta prova tem pavé no final e quem é o ciclista presente que é uma lenda neste piso? Tom Boonen, é a nossa aposta.

Outsider: Greg Van Avermaet
Capaz de subir bem, um dos melhores no pavé, excelente finalizar e um puncheur competente. Esta é a descrição do campeão olímpico, que é só dos ciclistas mais impressionantes da actualidade.
Greg Van Avermaet com o tipo de final que há nesta prova, tem de ser um dos favoritos.

Seguir em directo: Eurosport 1, #binchechimaybinche

Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário