Bradley Wiggins irá fazer a Volta à Flandres e várias clássicas flamengas

Em entrevista à Sporza, Bradley Wiggins anunciou o seu plano de corridas para a primavera.
"Adicionei a E3, os 3 dias de Panne e a Volta à Flandres ao meu calendário. A Omloop Het Nieuwsblad e o Paris-Roubaix já estavam no programa. Não vou fazer o Milão-São Remo. Eu já corri várias vezes na Flandres, porque gosto da mentalidade e da atitude das pessoas de lá. Quero ser protagonista e desempenhar um papel na equipa. Não é apenas o Bradley Wiggins a preparar-se para o Paris-Roubaix, mas também sobre outros da equipa.". disse o britânico.

Wiggins realçou sobretudo que estará nalgumas destas clássicas para ajudar os companheiros de equipa.
"O Ian Stannard é o vencer em título da Het Nieuwsblad e outros colegas têm objectivos. Quero ser um bom companheiro e quando for a minha vez, os meus colegas podem-me retribuir." disse Wiggins.

Wiggins também falou do seu grande objectivo, o Paris-Roubaix.
"O Paris-Roubaix é uma corrida muito imprevisível. Começamos 200 e apenas chegam uma mão cheia de corredores no final. Tens de passar por tudo, desde terra e empedrado para sobreviver ao massacre. Num contra-relógio, podes planear tudo, enquanto no Paris-Roubaix podes cair cinco vezes, perder minutos e mesmo assim recuperar. Essa é a magia daquela corrida, actualmente o contra-relógio é muito chato." 

Bradley Wiggins no Paris-Roubaix do ano passado
Numa das passagens mais engraçadas da entrevista, Bradley Wiggins usa Michael Jackson como inspiração para falar do amor dele pelo Paris-Roubaix.
"Eu amo o Paris-Roubaix e quero ganhá-lo. Mas também gostava de saber fazer o moonwalk."

"Às vezes tens de aceitar que não podes fazer tudo. Pode acontecer nunca ganhar o Roubaix, mas vou tentar. Assim como é possível nunca conseguir fazer o moonwalk como o Michael Jackson fazia, mesmo que comece a ter aulas."

Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário