Australianos não querem alterações à data do Tour Down Under

Tour Down Under (na imagem)
A UCI quer alterar o calendário do World Tour para 2017, com o objectivo de torná-lo mais curto e 'compreensível'.
Para isso, uma das alterações é o encurtamento da temporada, que neste momento, é de Janeiro a Outubro. E a consequência poderá ser a alteração das datas que habitualmente o Tour Down Under se disputa, o que está a levantar muitas criticas por parte dos Australianos.

O director de corrida do Down Under, Mike Turtur, é um dos que se mostraram mais insatisfeito: " No fim das conta, a decisão é da UCI assim como a reforma em 2017. Ao fim de 17 edições, gostamos de pensar que conquistamos créditos suficientes que sugerem que estamos a fazer as coisas bem."

Turtur, vai mais longe: "Eu penso que a UCI precisa de pensar que a nossa corrida em Janeiro é como o Tour em Julho".

Não sabemos o que será mais surpreende, se a obsessão que a UCI tem actualmente em encurtar as corridas e o calendário, se esta comparação completamente desproporcionada do director de corrida do Tour Down Under. 

O director desportivo da Orica-GreenEdge, Matt White também se mostra desagradado:"O Tour Down Under é uma corrida diferente que era à 15 anos atrás. Não há provas de preparação, esta é uma corrida tão boa quanto qualquer uma em todo o mundo. A razão porque funciona tão bem em Janeiro é por causa das férias da escola. Se for mudada para Fevereiro, pode funcionar bem para o calendário, mas para os adeptos e turismo, que são quem suporta esta corrida, Janeiro é o ideal."


Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário