Análise da Belkin-Pro Cycling Team 2014

A Belkin Pro Cycling Team é a equipa sucessora da antiga Rabobank. A equipa compete no ciclismo e no ciclo-cross. Lars Boom, umas das maiores estrelas da equipa, começou a sua carreira no cyclo-cross. A partir de Janeiro a equipa vai passar a ser TEAMLottoNL-Jumbo, pois vai ter novo patrocinador.
Moreno Hofland foi um dos corredores que melhores resultados deu à equipa nesta época de 2014. Começou a vencer logo em Fevereiro na quarta etapa da Vuelta a Andalucia Ruta Ciclista Del Sol e foi obtendo vitórias até ao final da época em Outubro no Tour of Hainan. Pelo meio venceu uma etapa no Paris-Nice,venceu a Limburg Classic e duas etapas no Tour of Utah.

Mas esta temporada correu de feição, foi a Theo Bos que venceu por nove vezes, sendo desta forma o ciclista mais vitorioso da equipa na temporada. Praticamente metade das vitórias por ele obtidas foram logo no inicio da temporada no Le Tour of Langkawi, onde venceu as etapas, dois, sete, oito e nove. Mesmo com esta boa performance na prova não foi o vencedor da camisola dos pontos, essa camisola ficou com Aidis Kruopis da Orica-GreenEdge.


Theo Bos a vencer pela quarta vez no Le Tour of Langkawi

Stef Clement, ciclista que se vai mudar para a IAM Cycling, deu outra vitória numa categoria World Tour à equipa, ao vencer a sexta etapa na Volta Ciclista a Catalunya. Venceu também a classificação da montanha desta mesma prova batendo Joaquin Rodriguez, Van Garderen e Contador.

No Tour of Norway a equipa obteve mais duas vitórias, na terceira e na quarta etapa, por Vanmarcke e Mollema respectivamente. 

Em Maio, Theo Bos volta novamente às vitórias na World Ports Classic.
Em Junho, o alemão Paul Martens vence ao sprint a quinta etapa do Belgium Tour. Esta foi a única vitória nesse mês, visto que a vitória seguinte só se concretizou em Julho na
Ronde Van Zeeland Seaports.
Lars Boom que é um dos ciclistas que também vai mudar de equipa, no caso para a Astana, só obteve uma vitória na temporada, no Tour de France ao vencer a quinta etapa, na famosa etapa do pavé.


Lars Boom a vencer no Tour de France

Esta vitória marcou um intervalo de quase um mês sem vitórias da equipa pois já foi em Agosto que a equipa voltou a vencer no Tour of Utah por intermédio de Hofland como já referi anteriormente, ainda em Agosto, Theo Bos venceu a terceira etapa do Tour of Pologne. Este foi um dos melhores meses da equipa no que está relacionado com vitórias, visto que venceu também obteve duas vitórias na Arctic Race of Norway, uma de etapa, e a outra foi a classificação geral. A vitória de etapa foi do Norueguês Petter Nordhaug, logo no primeiro dia da prova, a geral foi conquistada pelo Holandês Steven Kruijswijk 

Já a caminho do final da temporada a equipa vai ao Canada buscar mais duas vitórias, no Tour of Alberta, nas etapas três e quarto, uma por Theo Bos e a outra por Sep Vanmarcke.

Theo Bos ainda venceu mais uma vez na temporada, já em Outubro no Tour de l'Eurométropole onde ainda alcançou também um terceiro lugar na geral e na classificação por pontos. Toda esta boa temporada do Holandês fez com que ele mudasse de equipa, para a MTN - Qhubeka.
A última vitória na temporada ficou a cargo de Hofland, no Tour of Hainan como já foir referido.

Hofland, no Tour of Hainan

Também pode interessar:

jdragon cycling team

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário