Análise da BMC em 2014



A BMC Racing Team é uma equipa patrocinada pela marca BMC, uma marca que fabrica quadros de bicicletas com sede na Suíça. A equipa é uma co-propriedade da marca suiça e do ciclista americano Jim Ochowicz, que fundou a Cycling Team 7-Eleven.
A temporada de 2014 foi uma temporada extremamente positiva para a equipa, que acabou por terminar na segunda posição do ranking da UCI.
Ao longo da temporada a BMC acumulou várias vitórias. Logo no inicio da mesma Cadel Evans venceu a terceira etapa do Tour Down Under. No Dubai Tour, Taylor Phinney venceu a classificação geral e o seu colega Steve Cummings fez segundo.
Ainda na fase embrionária da época Steve Cummings venceu a classificação geral do Tour Méditerranéen.


 Steve Cummings vencedor no Tour Méditerranéen.

As vitórias foram-se somando na equipa, e ia alternando os corredores que venciam, sendo Amaël Moinard desta vez o “culpado” de mais uma vitória de etapa, no segundo dia do Tour du Haut Var. Em Março na Volta a Catalunya, Tejay van Garderen venceu a quarta etapa da prova.
Chega então a altura das clássicas de Primavera e Philippe Gilbert tornou a demonstrar toda a sua aptidão para este tipo de provas ao vencer a Brabantse Pijl e a Amstel Gold Race. Em Abril a equipa entra a vencer no Giro del Trentino, no contrarrelógio por equipas, na terceira etapa foi Cadel Evans que triunfou e acabou por arrecadar a primeira posição na classificação geral final.

Evans e o troféu de vencedor do Giro del Trentino

Taylor Phinney tornou a entrar em cena ao vencer mais uma vez, desta feita no seu país, na quinta etapa do Tour of California.
Taylor Phinney fez uma época espetacular e veio a sagrar-se campeão nacional de contrarrelógio.

Phinney vencedor do Contrarrelógio dos USA

Em Junho Philippe Gilbert reforça a sua posição como recordista de vitórias na classificação geral do Ster ZLM Toer, vence a primeira, um prólogo, e a terceira etapa.
O Tour of Utah correu “sobre rodas” à BMC, venceu três etapas, uma por Michael Schär e duas por Cadel Evans. Schär venceu na segunda, e Evans venceu na sexta e sétima etapa.
De seguida a BMC participa no Eneco Tour, e alcança mais uma vitória de etapa, por Greg Van Avermaet na quinta etapa.

Greg Van Avermaet a vencer a quinta etapa do Eneco Tour

É já quase no fim de Agosto que Tejay van Garderen vence a classificação geral do USA Pro Cycling Challenge, juntado á sua vitória na geral duas etapas, a terceira e a sexta.
Chega o Grand Prix de Wallonie, e mais uma vitória de Greg Van Avermaet, mas o homem estava com vontade de vencer ainda mais, e então surge nova vitória na Greg Van Avermaet.
Chega a altura dos campeonatos do mundo em Ponferrada, e a BMC como integra a UCI ProTeams, tinha obrigação de participar, e vence a medalha de ouro. Não partiu como favorita mas foi a equipa mais rápida a cumprir os 57.12 km do contrarrelógio.

BMC Racing Team no pódio em Ponferrada

É já agora no fim da temporada que surge nova vitória da equipa, e o ciclista que dá a vitória á sua equipa é repetente nestas situações, Philippe Gilbert venceu o Tour Of Beijing, e á vitória na geral juntou uma vitória na segunda etapa. Foi a última edição da prova portanto Gilbert acabou por fazer ainda mais história.

Gilbert em Beijing

Veremos agora como vai decorrer a temporada de 2015 sem Cadel Evans, que se vai reformar, após vários a liderar em variadas provas a equipa. E também o que será capaz de fazer o Tejay numa das grandes voltas, vamos aguardar.

Também pode interessar:

jdragon cycling team

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário